Textos

Como Anda A Tua Tabuada?

As vezes, nas contas de vezes, me perco
Somando tudo na vida, no dia a dia
Diminuindo os prós e os contras
Vou dividindo as parcelas, do meu viver

E nessas vezes, multiplicando tudo
Não chego a soma nenhuma, de resultado
Porque na verdade pura, só diminuiu
Com tantas divisões, como anda a tua tabuada?

Fuja destas vezes, que nada multiplicou...
Desista de querer somar, o que diminui
E dividir aquilo, que te conduz, ao zero
Afinal, me diga...como anda a tua tabuada?
J F Nunes
Enviado por J F Nunes em 26/02/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: jenniferphoon/flickr